SÃO JOSÉ DO RIO PARDO E REGIÃO – ANO 34



Depressão e suicídio na adolescência

07/10/2021 - por Alessandra Pimenta


A adolescência é uma fase do desenvolvimento caracterizada pela vulnerabilidade emocional e a fragilidade psíquica do jovem. Tristeza, isolamento, desamparo e rebeldia são algumas das emoções mais potentes no psiquismo de um adolescente.
Na maior incidência de suicídios  no nosso país ocorre nos jovens entre 15 a 25 anos. 
É importante considerar que tais mudanças são as que induzem ao jovem a estabelecer sua própria identidade, desenvolvendo sua maturidade, responsabilidade social, bem como assumindo novos papéis, em distintos grupos – amigos, escola, namorados, entre outros.
O jovem procura estabelecer sua identidade e ao mesmo tempo em que deseja ser diferente, mimetiza-se com seu grupo. Essa necessidade de identificação de pertencimento a um grupo faz parte dos critérios que essa fase da vida apresenta. 
Algumas alterações comportamentais são normais neste período da vida e denominamos como “Síndrome normal da Adolescência”, no qual se reconhecem alguns comportamentos exagerados como parte do processo de adolescer.
São parte desta síndrome a busca exacerbada pela liberdade, a busca da identidade, as tendências grupais, querer estar mais com os amigos e consequentemente se afastar da família, a necessidade de intelectualizar e fantasiar, as crises religiosas que o levam a extremos – como adorar demais ou dizer ser ateu, a deslocalização temporal, as manifestações sexuais, as atitudes reivindicatórias, as contradições, querer uma autonomia diante dos pais e ter constantes mudanças de humor.
Jovens muito impulsivos, que sofrem excesso de pressão, que fazem uso abusivo de álcool e drogas, que sofrem bullying ou sofreram abuso na infância merecem atenção especial.
O suicídio adolescente é multifatorial. 90% dos casos de suicídio tinham alguma doença psiquiátrica associada. Outro fator que aumenta muito os casos é o uso de substâncias psicoativas (que alteram a função do cérebro), incluindo o álcool, que aumenta demais a impulsividade.
De que forma a depressão pode influenciar?
O fato da pessoa ter depressão não significa diretamente que ela irá cometer suicídio. Como outras doenças mentais, tais como transtorno de ansiedade e bipolaridade, a depressão é tratável, porém é muito importante levar a sério e se cuidar de verdade. Afinal uma depressão grave pode sim levar ao suicídio e o índice de pessoas depressivas que se suicidam é muito alto.
A depressão na adolescência ocorre com frequência. Ela pode ser desencadeada por diversas situações, como por exemplo, uso de drogas e álcool, histórico familiar de depressão, inseguranças e  distúrbios hormonais, perdas, bullying.
Na juventude é que ocorre a formação da personalidade e a família precisa oferecer um suporte adequado, dando conforto e equilíbrio emocional. Sendo fundamental ensinar os filhos desde pequenos, a saber como lidar com as suas emoções. Como perdas e frustrações.

Alguns sintomas da depressão podem ser identificados:
Tristeza; Cansaço constante; Problemas de memória e concentração; Alterações de humor; Insônia; Choro frequente; Falta prazer nas atividades diárias;Diminuição do apetite; Alteração de peso.
Caso sinta ou conheça alguém que apresenta algum destes sintomas, tente conversar e estar aberto a ouvir suas angústias e necessidades. Mas procure a ajuda de um especialista que saberá orientar tanto a família como o adolescente. E dará um suporte mais adequado.
Vale lembrar do CVV que oferece apoio 24 horas por dia através no chat ou pelo telefone 188.

Alessandra Pimenta de Souza - Psicóloga Clínica – CRP 06/137648 – Instagram: @alessandrapimenta.psi – Contato (19) 99291-9886 

Mais artigos de Alessandra Pimenta

07/10/2021 - Depressão e suicídio na adolescência


28/09/2021 - Mitos e verdades sobre suicídio


13/09/2021 - Prevenção ao suicídio: setembro amarelo


05/09/2021 - Saindo da zona de conforto


09/08/2021 - A importância de saber dizer não


18/07/2021 - Inteligência Emocional


12/07/2021 - Autoconhecimento


26/06/2021 - Pensamentos negativos


30/05/2021 - Reflexos da pandemia no comportamento infantil


30/05/2021 - Prevenção do abuso sexual infantil























Jornal Democrata
São José do Rio Pardo e Região
Whats 19 3608-5040
Tel.: 19 3608-5040

Siga-nos nas Redes Sociais

contato@jornaldemocrata.com.br