SÃO JOSÉ DO RIO PARDO E REGIÃO – ANO 34

Acordo de cooperação cria canal exclusivo para médicos denunciarem casos de suspeita de violência contra crianças e adolescentes.

14/10/2020 - Josanete Monteiro Gozzo

As denúncias dos profissionais da saúde são importantíssimas no combate à violência praticada contra crianças e adolescentes, muitos casos só são descobertos porque esses profissionais denunciam as suspeitas detectadas durante o atendimento. A criança, muitas vezes, não tem como pedir ajuda, principalmente quando são bebês e esses profissionais são a única esperança dessa criança. Nessa quarta-feira (30/09) o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos assinou Acordo de Cooperação Técnica com o Conselho Federal de Medicina para a criação de canal exclusivo para a classe médica denunciar suspeitas de qualquer forma de violência contra a criança e o adolescente constatadas durante o atendimento médico (de rotina, pronto socorro, consultas, acompanhamento e etc.) O disque 101 será o canal específico para que a classe médica denuncie os casos suspeitos ou confirmados de violência contra crianças e adolescentes objetivando a celeridade no atendimento, acolhimento e proteção da vítima pelos órgãos competentes. Faz parte, ainda, do acordo assinado a realização de campanha de sensibilização junto aos médicos sobre a importância deles no combate a essa violência. Esperamos que esse compromisso de cooperação seja honrado pela classe médica e que muitas crianças e adolescentes que sofrem em silêncio possam ser libertos e resgatados.



Mais artigos de Josanete Monteiro Gozzo

Mais notícias

Mais notícias…

Jornal Democrata
São José do Rio Pardo e Região
Whats 19 3608-5040
Tel.: 19 3608-5040

Siga-nos nas Redes Sociais