SÃO JOSÉ DO RIO PARDO E REGIÃO – ANO 34

O AMOR LEGAL

22/10/2020 - Thiago da Silva Vieira

O mundo ama falar de amor. Canções são compostas, filmes são produzidos e livros são escritos falando sobre o amor. Todos amam o amor e querem ser amados. Se você for a uma praça, ou a qualquer lugar onde estiver variados tipos de pessoas e disser: “Vim aqui falar sobre o amor. Deus é amor, por isso precisamos amar uns aos outros.” Várias pessoas dirão "amém!", irão concordar, aplaudindo sua ideia. Porém, quando você definir o que é o amor segundo a Bíblia, a maioria irá rejeitar. Quando você falar que a maior prova do amor de Deus é que Cristo morreu por pecadores, e que isso implica que todos precisam arrependerem-se dos seus pecados e crerem em Cristo para salvação, elas não mais te aplaudirão. Talvez porque arrependimento implica em mudança de mente, coração e conduta. Isso significa que o amor de Deus requer uma resposta de nossa parte, o abandono de desejos e práticas pecaminosas. Amar a Deus é guardar seus mandamentos. Deus em sua Palavra exige que nossos relacionamentos sejam pautados pelo amor, tanto com os nossos irmãos, quanto com os nossos inimigos(1 Jo 3:16; 1 Jo 4: 7; 1 Jo 3:11). O nosso Senhor Jesus Cristo mostra que seus discípulos são conhecidos pelo amor que demonstram uns aos outros, assim como Ele nos amou (Jo 13: 34, 35). É contraditório um cristão que não busca imitar o amor de Cristo. Quem não ama não conhece a Deus porque Deus é amor (1 Jo 4: 8). O amor é fruto do Espírito Santo, Jesus nos capacita a amarmos pelo poder do Espírito que habita em nós. Há uma grande confusão em definir amor como apenas um sentimento, um simples gostar, a luta em fazer as pessoas se sentirem bem, e muitas vezes independente de suas escolhas morais. Essa é a definição da cultura, que precisa ser moldada conforme a Palavra de Deus. O significado de “amor” é o que Deus define em sua Palavra e não o que os homens definem. Amar segundo a Bíblia não é um simples sentimento, mas ação visando o bem: Respondeu Jesus: “Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todo o seu entendimento’. Este é o primeiro e maior mandamento. E o segundo é semelhante a ele: ‘Ame o seu próximo como a si mesmo. Destes dois mandamentos dependem toda a Lei e os Profetas”(Mt 22.37-40). Jesus resumiu os dez mandamentos da lei em dois sobre o amor: o primeiro é em relação a Deus que resume os quatro primeiros mandamentos da lei de Moisés. Ou seja, amar a Deus é guardar os seus mandamentos, agindo de acordo com a Sua vontade (Jo 14: 21; 1 Jo 2: 3; Jo 14.23,24;Jo 15.14; 1 Jo 5.3). O segundo resume os outros seis mandamentos da lei de Moisés que é dado em relação ao nosso próximo. Isso significa ação e não sentimentos: "amamos o nosso próximo quando nossas ações são para o bem dele." Como? Não adulterando, não matando, não furtando, não cobiçando (Ro 13: 8–10). Não somente deixando de agir contrário à lei de Deus, mas também desaprovando aqueles que agem assim. O amor não exclui a lei de Deus. O amor é agir segundo a lei. Como Jesus nos ensinou a amarmos os nossos inimigos? Tendo afetos por eles, nos associando com eles, fazendo o que eles fazem? Não, mas Fazendo o bem a eles: “Mas a vós que ouvis, digo: amai a vossos inimigos, fazei bem aos que vos odeiam, bendizei aos que vos maldizem, e orai pelos que vos caluniam "( Lc 6: 27,28). Amar ao próximo é agir para o bem, não adianta você dizer que ama alguém se não lhe fizer o bem (1 Jo 3: 17; Tg 2: 14–16). “Quem, pois, tiver bens do mundo, e, vendo o seu irmão necessitando, lhe fechar o seu coração, como permanece nele o amor de Deus?” Sendo assim amar biblicamente é agir promovendo o bem do seu próximo com as motivações corretas, não para a nossa glória, mas para a glória de Deus (1Co 13: 3). Você tem amado a Deus e ao seu próximo? Faça o bem ao seu próximo, agindo para com ele segundo a lei de Deus. Isso é amar. Isso é amor legal



Mais artigos de Thiago da Silva Vieira

Mais notícias

Mais notícias…

Jornal Democrata
São José do Rio Pardo e Região
Whats 19 3608-5040
Tel.: 19 3608-5040

Siga-nos nas Redes Sociais