SÃO JOSÉ DO RIO PARDO E REGIÃO – ANO 34

Vacina

13/02/2021 - Isabel Scoqui

 Uma das questões que mais atraiu o médico Lucano, conhecido como Lucas, o Evangelista, ao ter contato com a Doutrina de Jesus, foram as curas. Por ser médico, por conhecer os seus limites, por ter tido experiências de morte de pacientes aos seus cuidados, as curas de Jesus o maravilharam. Certamente por isso encontramos descrições de inúmeras delas no seu Evangelho.
É ele que nos narra que, entrando Jesus em uma cidade chamada Naim, viu um defunto levado a sepultar. Era o filho único de uma viúva. Movido de compaixão, Jesus se aproximou, tocou no esquife e ordenou: Jovem, eu te digo, levanta-te. E o rapaz se sentou e começou a falar. Naturalmente, o jovem não estava morto, mas em sono letárgico.
Jesus também devolveu movimento a muitos paralíticos. Mas, muito mais do que devolver movimentos a membros paralisados, Jesus se preocupava com a paralisia da alma. Por isso afirmava que Ele não viera para os sãos, mas para os enfermos. E aos que curava, recomendava: Vai e não tornes a errar para que coisa pior não te aconteça.
O Mestre tinha cuidado para que as almas não caíssem em paralisia. Por isso toda sua pregação é de ação no bem, é de movimento para se melhorar.
Na Terra conhecemos um extraordinário médico e pesquisador que muito se preocupou para que as pessoas não viessem a ficar paralisadas.
Ele se chamou Albert Sabin e nasceu numa pequena aldeia polonesa, na época pertencente à Rússia. A perseguição russa contra os judeus fez com que sua família emigrasse para os Estados Unidos, em 1921. A adaptação foi difícil em virtude da pobreza. Com a ajuda de um tio, Albert Sabin começou os estudos de Odontologia, mudando depois sua escolha para Medicina. Tornou-se pesquisador do Instituto Rockfeller de pesquisas médicas, onde veio a demonstrar o crescimento do vírus da poliomielite em tecidos humanos. Posteriormente, comprovou a eficácia de uma vacina oral contra o vírus. Em 1960, após pesquisas conjuntas com cientistas de vários países, a vacina contra a poliomielite foi produzida oficialmente nos Estados Unidos. O Doutor Albert Sabin tornou-se conhecido em todo o mundo.
Seu nome foi dado a hospitais, escolas, institutos. Não há quem tenha filhos e não agradeça ao Dr. Albert Sabin, pela vacina contra a poliomielite. A gotinha salvadora. Em uma de suas várias visitas ao Brasil, recebeu do governo brasileiro, em 1967, a Grã-Cruz do Mérito Nacional. Sabin libertou crianças da paralisia dos membros. Jesus libertou as criaturas da paralisia da alma. Por isso, diz ao jovem: Levanta-te! E ao paralítico: Levanta, toma teu leito e anda! Ação. Dinamismo. Convite a seguir em frente, sempre em frente.
Jesus é o Divino Médico das nossas almas e nos convida a nos servirmos da vacina contra o mal, abraçando a Sua Doutrina de Amor. Seu é o convite para que O sigamos, não permanecendo estagnados em posições tolas de irreflexão, de vingança. Jesus é o médico das almas, aos médicos humanos foi dada a missão da cura dos corpos físicos.
A vacina da Covid vem chegando, que todos tenhamos consciência de que precisamos nos imunizar, visando a nossa proteção e a daqueles que têm contato conosco. Chega de tanto negacionismo, notícias falsas e mortes. A religião tem o seu papel e a Ciência também; cada uma tem seu valor em sua área de ação. Ambas são coisas de Deus.

Por Isabel Scoqui.



Mais artigos de Isabel Scoqui

Mais notícias

Mais notícias…

Jornal Democrata
São José do Rio Pardo e Região
Whats 19 3608-5040
Tel.: 19 3608-5040

Siga-nos nas Redes Sociais