SÃO JOSÉ DO RIO PARDO E REGIÃO – ANO 34



Coronavírus pode causar síndrome que paralisa o corpo, indica estudo

18/05/2021

Compartilhar



Um grupo de pesquisadores da Universidade Federal de Sergipe (UFS) e da Universidade Tiradentes descobriu a associação entre a infecção pelo novo coronavírus e alterações neurológicas que causam a síndrome de Guillan-Barré, uma doença que provoca fraqueza muscular e paralisa o corpo.

As evidências dessa ligação foram identificadas depois da análise de um caso de uma adolescente de 17 anos, de Sergipe. Ela desenvolveu a síndrome em fevereiro após apresentar os sintomas típicos da covid-19. O caso foi relatado no “The Pediatric Infectious Disease Journal“.

A menina começou a apresentar dor na região lombar e fraqueza muscular oito dias depois de ter diarreia intensa e febre. Ela foi atendida no hospital 48 horas após o início desses sintomas e já não conseguia andar. Ela realizou um teste para covid-19, que deu positivo. Também confirmado o diagnóstico de Síndrome de Guillain-Barré após exames neurológicos.

Casos de Guillain-Barré têm sido diagnosticados em pessoas com covid-19, mas esta foi a primeira vez que a relação foi comprovada. Isso foi possível porque os pesquisadores colheram material do líquido cefalorraquidiano, um fluído do cérebro, que apontou aa presença do material genético do SARS-Cov-2 na inflamação dos nervos periféricos da paciente. Segundo os pesquisadores, isso indica um mecanismo de invasão direta do vírus ao sistema nervoso.

A adolescente relatada no estudo voltou a andar sem ajuda, mas continua fazendo fisioterapia. 

 

Fonte: CatracaLivre



Comentários


















Leia também:

Saúde
Vacinação contra a gripe tem baixa adesão no estado de São Paulo

Covid-19
Bolsonaro recusou vacina a 50% do valor pago por EUA e União Europeia

comércio
Febre na China, ‘live commerce’ vira moda no País

Policiais
Tentativa de feminicídio em Mococa

Mais notícias…




Jornal Democrata
São José do Rio Pardo e Região
Whats 19 3608-5040
Tel.: 19 3608-5040

Siga-nos nas Redes Sociais

contato@jornaldemocrata.com.br