SÃO JOSÉ DO RIO PARDO E REGIÃO – ANO 34



DETRAN/SP passa a exigir comprovante de vacinação para realização de exames

21/01/2022

Compartilhar



O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran/SP) a partir de 20 de janeiro de 2022 (quinta-feira) passou a exigir o comprovante de vacinação contra a Covid-19 para todos os examinadores de trânsito e candidatos à habilitação nos exames práticos de direção veicular.

Conforme o órgão, todos deverão apresentar o comprovante no formato físico ou digital ao presidente da banca no início dos testes. Ou seja, no momento da assinatura da ata de presença.


“É valido ressaltar que estão mantidos os demais protocolos sanitários recomendados pelas autoridades de saúde”, informou o Detran/SP.
Outros Detrans, como da Bahia, Pernambuco e Paraíba já exigem a comprovação desde o final do ano passado.


Importância da vacina
O Observatório Covid-19 Fiocruz, em seu último boletim do dia 12/01, traz um alerta, divulgando os novos dados sobre a ocupação de leitos de UTI Covid-19 para adultos no Sistema Único de Saúde (SUS). “Pelas taxas observadas no dia 10 de janeiro e em comparação com a série histórica, o documento mostra que um terço das Unidades Federativas e dez capitais encontram-se nas zonas de alerta intermediário e crítico”, diz o documento.

Ainda conforme o Boletim, as próximas semanas precisam ser monitoradas. Além disso, é esperado que o número de casos novos de Covid-19 ainda atinja níveis muito mais elevados, pressionando a demanda por serviços de saúde, o que inclui leitos de enfermaria e UTI. “É fundamental ratificar a ideia de que há um outro cenário com a vacinação e as próprias características das manifestações da Covid-19 pela Ômicron. Dito isso, o cenário, neste momento, não se compara àquele vivido em 2021. Embora o grande volume de casos já esteja demandando, pelos gestores, atenção e acionamento de planos de contingência”, ressalta o Boletim.
A Fiocruz reforça a ideia de que o comprovante de vacinação em locais públicos é uma medida importante neste momento.


No cenário atual, com alta transmissibilidade e infecções, bem como grande crescimento do número de casos e de demanda por serviços de saúde, é fundamental o fortalecimento de medidas de prevenção. Como, por exemplo, a obrigatoriedade de uso de máscaras em locais públicos, a exigência do passaporte vacinal e o estímulo ao distanciamento físico e higiene constante das mãos”, finaliza o Boletim.
 



Comentários


















Leia também:

Saúde
Conheça o potencial dos relógios inteligentes para monitoramento de crônicos

Utilidade Pública
Cuidados com a sobrecarga de chuveiros elétricos devem aumentar durante o frio

Proteção animal
Cachorro no frio: o que fazer? Comportamentalista dá dicas que escapam ao comum

Opinião
Desglobalização: uma tendência para a indústria de alimentos e bebidas?

Mais notícias…




Jornal Democrata
São José do Rio Pardo e Região
Whats 19 3608-5040
Tel.: 19 3608-5040

Siga-nos nas Redes Sociais

contato@jornaldemocrata.com.br