SÃO JOSÉ DO RIO PARDO E REGIÃO – ANO 34



Operação "Luz da Infância"

20/11/2020 - por Josanete Monteiro Gozzo

No dia seis de novembro desse ano foi realizada, em vários estados brasileiros (São Paulo, Santa Catarina, Paraná, Pará, Alagoas, Goiás, Mato Grosso, Rio de Janeiro e Rio Grande dos Sul, Ceará e Minas Gerais), a sétima fase da operação “Luz da Infância” que tem como objetivo de identificar e combater os crimes sexuais praticados contra crianças e adolescentes, principalmente o crime de produção e distribuição de material pornográfico infantil pela internet.

Essa operação foi deflagrada pelo Ministério da Justiça, com o apoio da Embaixada dos Estados Unidos no Brasil e cumpriu 137 mandados de busca e apreensão com 49 pessoas presas em flagrante, até o momento.

Os criminosos comercializam e distribuem esse material, em grande parte, pela internet, conectados a uma rede internacional criminosa e, por esse motivo, houve, também, 52 medidas sendo executada em outros países; Argentina, Panamá, Paraguai e Estados Unidos.

Com o maior número, no estado de São Paulo, os trabalhos foram coordenados pelo Departamento de Polícia Judiciária da Macro São Paulo (Demacro) para o cumprimento de mais de 50 mandados de busca e apreensão na Capital, Grande SP e regiões de São José dos Campos, Campinas, Ribeirão Preto, Bauru, Santos, Sorocaba, Sumaré, Santa Bárbara d’Oeste e Piracicaba. Como resultado, além das prisões, foram apreendidos dois adolescentes e recolhidos 146 computadores e notebooks, 51 HDs, 92 pen drives, 25 cartões de memória, três máquinas fotográficas, cinco video games, 1.716 mil CDs, 253 outros objetos, bem como três armas de fogo, 282 munições e porções de drogas, como maconha, cocaína e ecstasy. Todo material foi encaminhado à perícia.

Em uma cidade, do estado de São Paulo, foi encontrado um estúdio onde eram produzidos conteúdos de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes.

Para alimentar a lascívia de pedófilos com esse tipo de material, muitas crianças, inclusive bebês, são cruelmente violentados.

É nossa obrigação combater esse tipo de crime denunciando qualquer situação suspeita, páginas da internet que possuam conteúdo suspeito, mensagens ou e-mails recebidos contendo pornografia infantil.

Não se cale, não ignore, denuncie sempre!

Disque 100
 

Mais artigos de Josanete Monteiro Gozzo

30/01/2021 - Desafios no enfrentamento e combate aos crimes contra a dignidade sexual de crianças e adolescentes


23/01/2021 - Algumas características de um pedófilo


17/01/2021 - Acordo de cooperação cria canal exclusivo para médicos denunciarem casos de suspeita de violência contra crianças e adolescentes


09/01/2021 - Cooperação


31/12/2020 - Nunca confie em ninguém!


24/12/2020 - O perigo da adultização das crianças


19/12/2020 - Pedofilia e o perigo da exposição de imagens de crianças na internet


03/12/2020 - Operação Black Dolphin


03/12/2020 - Os deveres das crianças e dos adolescentes


20/11/2020 - Operação "Luz da Infância"























Jornal Democrata
São José do Rio Pardo e Região
Whats 19 3608-5040
Tel.: 19 3608-5040

Siga-nos nas Redes Sociais

contato@jornaldemocrata.com.br