SÃO JOSÉ DO RIO PARDO E REGIÃO – ANO 34



Outubro rosa

07/10/2021 - por Maria Betânia dos Santos Chaves

É só começar o décimo mês do ano que todo mundo começa a falar sobre o chamado Outubro Rosa e sobre a prevenção do câncer de mama, não é mesmo?

No mês de outubro, vários prédios e monumentos famosos pelo mundo mudam de cor por uma causa nobre: a conscientização sobre a prevenção do câncer de mama. É o Outubro Rosa, um movimento cujo símbolo é o laço rosa e que, a cada ano, ganha mais adeptos.

Mas, mesmo que todo mundo saiba que esses dois temos tenham ligação, é difícil alguém que realmente tenha conhecimento do que se trata a campanha a fundo e como ela surgiu.

O Outubro Rosa é um movimento internacional durante todo o mês de outubro em conscientização da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama.

Além de chamar a atenção das mulheres para a necessidade de frequentar o médico e de fazer a mamografia, essa campanha também estimula que a mulherada se toque e sempre faça o autoexame das mamas.

Quando a campanha surgiu?
Em 1982, nos Estados Unidos, foi fundada uma organização não-governamental em homenagem a Susan G. Komen que morreu de câncer de mama. A instituição passou a realizar eventos para levantar fundos em prol de pesquisas no combate à doença. Em 1986, ocorreu o primeiro mês de conscientização, em outubro.

E, em 1991, a fundação adotou a fita rosa como símbolo da causa durante a Corrida pela Cura, em Nova York. Mais do que ser associado ao feminino, o rosa foi escolhido pelas organizadoras por ser um tom de saúde. Popularmente, uma pessoa corada geralmente é considerada saudável.

Outubro Rosa no Brasil

No Brasil, a primeira iniciativa marcante ocorreu em São Paulo, no dia 2 de outubro de 2002, quando o Obelisco do Ibirapuera foi iluminado com a cor rosa. O aumento do acesso aos recursos de tecnologia contribuiu bastante para divulgar a campanha, principalmente em redes sociais de instituições ou celebridades que abraçaram a causa.

Após o ano de 2010, houve maior envolvimento do governo e da sociedade com o Outubro Rosa. Por consequência, diversas entidades começaram a divulgar a campanha e passaram a iluminar, com a cor do movimento, muitos prédios e monumentos de destaque em diferentes cidades do Brasil e do mundo.

Ainda, foi criada uma Lei nº 13.733, em 16 de novembro de 2018, que dispõe sobre a realização de atividades para conscientização sobre o câncer de mama durante o mês de outubro, oficializando o dia 19 de outubro como sendo o dia mundial de combate ao câncer de mama.

Outubro Rosa
x
câncer de mama

Sobre o câncer de mama, infelizmente, esse é o segundo tipo mais frequente no mundo e, por isso, merece tanta atenção.

No Brasil, por exemplo, o número de mortes por esse tipo de câncer continua em alta, especialmente por causa do grande número de diagnósticos tardios, ou seja, já com o câncer em estado avançado.

No final das contas, embora esse seja um problema recorrente o ano inteiro, o Outubro Rosa é importante porque faz com que as mulheres parem pelo menos uma vez no ano para cuidarem de si mesmas. 

Maria Betânia é bióloga, formada na FEUC e foi conselheira tutelar por mais de cinco anos em São José do Rio Pardo. Escreve sobre direitos humanos.

Mais artigos de Maria Betânia dos Santos Chaves

07/10/2021 - Outubro rosa


29/09/2021 - A exaustão feminina e a Síndrome da Mulher Maravilha


13/09/2021 - Setembro amarelo e saúde da mulher


05/09/2021 - Grupos de mulheres que ajudam umas às outras na pandemia de coronavírus


29/08/2021 - O que será da mulher Afegâ?


09/08/2021 - Por que o feminismo incomoda mais que o feminicídio?


18/07/2021 - Paquera ou assédio?


12/07/2021 - História do Feminismo no Brasil A Quarta Onda


05/07/2021 - A história do feminismo no Brasil – Parte IV


26/06/2021 - História do feminismo no Brasil - Parte III























Jornal Democrata
São José do Rio Pardo e Região
Whats 19 3608-5040
Tel.: 19 3608-5040

Siga-nos nas Redes Sociais

contato@jornaldemocrata.com.br